fbpx

Por que o CFO se preocupa com a Gestão de Telecom?

TEM (Telecom Expense Management, ou Gestão de Telecom) tem sido tradicionalmente uma solução controlada e gerenciada pela equipe gerida pelo CIO, e mais especificamente um Gerente de Telecom ou Gerente de TI.

Mas tem havido uma tendência crescente no mercado onde o diretor de finanças (CFO) se tornou mais do que apenas um interessado em como as despesas de comunicações são gerenciadas em toda a empresa.

O que está criando esta tendência?

Não só as telecomunicações, que hoje estão entre as cinco maiores despesas para quase todas as organizações, mas como a mobilidade se moveu para o centro de uma revolução tecnológica.

Agora é ainda mais importante capacitar os trabalhadores. Além disso, as comunicações no seu todo expandiram-se para muito além dos tradicionais tipos de telecomunicações, como telefonia fixa e móvel, incluindo uma vasta gama de opções de dados e comunicações unificadas.

Os CFO progressistas e os CIOs consideram as comunicações como um tópico da sala de reuniões, afinal, as indústrias inteiramente novas foram construídas aproveitando tecnologias emergentes das comunicações (Ex: Uber, Netflix, e Amazon).

Não precisamos nem dizer que, com todo o potencial que existe, há uma exigência óbvia para equilibrar a gestão de custos com a necessidade estratégica de crescer uma rede de comunicações confiável e eficiente.

Alguns artigos recentes tel falado sobre a função do CFO, que está se expandindo para enfrentar uma ampla gama de desafios nas áreas de questões globais e de tecnologia. Na verdade, eles estão agora, mais do que nunca, profundamente interligados com o papel de CIO/VP de TI, e como eles abordam a forma com que a organização gere as demandas de tecnologia, e equilibra os seus explosivos custos, complexidade e riscos.

Se isso soa como um grande “ponto positivo” para o mercado de Gestão de Telecom, e realmente o é. Vamos detalhar por que e como:

Objetivo do CFO: Aumentar Receita

A tecnologia habilitada para comunicação permite receber atualizações em tempo real e transferir informações para minimizar conflitos, gargalos e atrasos. Isso permite que as partes interessadas façam seus trabalhos de forma mais eficaz. Existem indústrias inteiras que dependem de links de dados mais rápidos e das redes mais confiáveis como uma verdadeira vantagem competitiva.

Como discutido anteriormente neste post, as comunicações podem ter um efeito profundo na construção de modelos de negócios inteiramente novos. Isso cria claramente novos fluxos de receita e capacita a força de trabalho a não apenas inventar, mas realmente agir.

Objetivo do CFO: Reduzir Despesas

Serviços de comunicação melhoram a linha de fundo com um retorno positivo sobre o seu investimento. Os executivos financeiros podem supervisionar os custos e melhorar a prestação de contas com rateio de despesas entre as unidades de negócios sobre o consumo de serviços de telecomunicações.

Os projetos de Gestão de Telecom garantem que os gastos sejam otimizados e oferecem maneiras de reduzir despesas sem afetar a produtividade dos funcionários. A Gestão de Telecom fornece relatórios sobre despesas operacionais por divisão, região, unidade de negócios e empregado.

Objetivo do CFO: Gerenciar Compliance

O gerenciamento de custos é importante porque a Seção 404 da Lei Sarbanes-Oxley (SOX) exige que os CEOs e CFOs de empresas públicas certifiquem a adequação de seus controles internos para o reconhecimento de receitas e despesas. A Gestão de Telecom automatiza a geração de relatórios SOX e o armazenamento de dados financeiros para despesas com telecomunicações. Os CFOs podem fornecer garantias para a diretoria e para os acionistas de que há controles rigorosos no local para uma das principais linhas de despesas da empresa.

Objetivo do CFO: Endereçando as implicações da IoT

As telecomunicações representam o próximo passo em uma era transformadora, combinando a internet com o ecossistema sem fio moderno. Agora há mais usuários móveis do que usuários de computador amarrados a mesas.
Isso é importante tanto para os CFOs quanto para os CIOs, com lucros corporativos e oportunidades de inovação multiplicando-se à medida que mais organizações aproveitam o poder da tecnologia móvel.

A convergência de redes de voz e dados foi grande, mas a convergência de redes de banda larga móvel, computação em nuvem, dispositivos mais inteligentes, conectividade generalizada e a capacidade de programar inteligência em torno de nós com a Internet das Coisas (IoT) vai ser ainda maior. Ele afetará dramaticamente cada indústria.

Esta revolução nas comunicações precisa ser gerenciada estrategicamente por Finanças e TI. Esses executivos servem como catalisadores no lançamento de iniciativas formais para gerenciar a tecnologia e as despesas associadas a ela. CFOs e CIOs são capazes de entender os desafios do gerenciamento de despesas de telecomunicações e beneficiar da implementação de soluções.

Os CFOs aumentarão sua estatura na organização através de uma melhor prestação de contas e redução de custos. Por sua vez, os CIOs irão colher os benefícios de transferir desperdícios e descontrole de gastos em serviços para projetos que adicionem valor estratégico e vantagem competitiva.

Leia também:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *