fbpx

O crescimento das empresas depende mais do que nunca dos CIOs

O crescimento da receita é agora a principal prioridade para a maioria dos líderes de negócios – e eles estão cada vez mais prontos e dispostos a investir em iniciativas digitais para estimular a expansão.

Essa é a mensagem de uma pesquisa do Gartner sobre atitudes entre CEOs e outros executivos em relação à tecnologia da informação. E a boa notícia para os CIOs é que seus chefes e colegas de negócios enxergam um papel central para os líderes de TI em seus planos de transformação digital – embora nem todos estejam à altura do trabalho.

Os CEOs que notaram a crescente importância da mudança relacionada à tecnologia agora devem investir nessa percepção.
Em consonância com isso, muitos investimentos em tecnologia serão focados em atividades relacionadas ao crescimento, particularmente capacidades de front-office para venda e marketing. Há também um forte interesse em basear as operações de negócios na nuvem e na análise de dados.

Negócios digitais

Quando perguntado para selecionar até cinco áreas relacionadas à tecnologia em que estão propensos a investir ao longo dos próximos cinco anos, uma resposta foi a mais escolhida: marketing digital. E-commerce e gestão de experiência do cliente empatados em segundo lugar, seguido por análise de negócios.

responsabilidades

Nem todos os líderes empresariais são claros sobre a base para seu entusiasmo. Muitos líderes empresariais estão atrasados em sua compreensão do que significa o negócio digital, e mal enxergam o futuro já desenhado à frente deles.

E a persistência dos altos gestores em pensar de forma arcaica chegou a frustrar os esforços do CIO nesta área. Acreditava-se que a TI era uma função “commoditie”, e podia ser terceirizada em grande parte, e isso deixou muitos líderes de negócios em uma posição de relativa fraqueza.

 

“Espera-se que o CIO seja o principal motor do digital: uma mudança de ênfase bastante rápida e importante”.

 

Isso significa que os CIOs serão responsáveis por fechar uma grande lacuna na compreensão, ao educar o conselho, executivos, altas e médias camadas de gerenciamento para a enorme variedade de oportunidades digitais, bem como as limitações reais que podem moderar suas ambições. Esse é um desafio crítico destacado em entrevistas com líderes de TI.
Os resultados sugerem que os líderes empresariais enxergam o digital como um “jogo de equipe” – embora seja um jogo em que o CIO tem a maior visibilidade.
Enquanto cerca de um quarto dos entrevistados dizem que sua empresa agora tem um diretor digital (CDO), quando o Gartner perguntou ao grupo de pesquisa a quem atribuiriam a responsabilidade relativa da inovação digital e mudança nos próximos dois anos, o CIO saiu à frente do diretor de marketing, dos chefes de unidades de negócios, do diretor financeiro, do diretor de operações, do diretor de tecnologia e do diretor de serviços digitais, nessa ordem.

investimento

Mas todos estes cargos podem ter algum envolvimento ou até puxar iniciativas digitais, sugerindo que a falta de liderança e direção clara pode se tornar um problema para algumas organizações. CEOs claramente vêem o digital como um empreendimento coletivo de comitê operacional.

 

“É o seu trabalho conhecer e divulgar, não apenas comprar e implantar.”

 

Espera-se que o CIO seja o principal motor do digital, esta é uma mudança repentina e importante de foco. A mudança repentina na expectativa de entrega do CIO é possível que gere algumas decepções e acreditamos que, inevitavelmente, exista uma certa rotatividade neste cargo até suprir a expectativa.

Aconselhamos os CIOs a educar, de forma incansável o seu CEO, equipe executiva e conselho sobre os avanços do negócio digital e implicações do progresso da tecnologia.
É seu dever conhecer e divulgar, não apenas comprar e implantar. Deve conduzir mudanças de comportamento digital, por exemplo e, pessoalmente, agir com urgência, assumir ativamente riscos para apoiar o crescimento e iniciar a inovação de negócios digitais usando uma abordagem onde se possa errar rápido, aprender com o erro, avançar, validar, testar, etc, continuamente.

Recomendo que leia um outro artigo nosso em que falamos sobre o novo papel do CIO. Veja aqui.

Leia também:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *